segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Arte não se explica, arte se sente.

Somos Artistas, arteiros e sempre guerreiros;
Somos Atores, prisioneiros de nossa arte;
Vivemos transcedente, falamos e calamos;
Sentimos medo de nós mesmo;
Não podemos ser previsiveis;
A Arte nos permite.

2 comentários:

  1. Lindo poema Rita Maiaaa...
    vc eh uma artista talentossimaa...
    te admiroo!!!!

    ResponderExcluir
  2. Que lindooooooo! o primeiro comentário.

    ResponderExcluir